Sr.Dove Sabonete

terça-feira, outubro 29, 2013


Venho-vos mostrar um produto clássico e intemporal, pelo menos desde que eu tenho memória, em tenra idade, até aos dias de hoje.

O sabonete Dove.

A Dove lançou-me um desafio: testar e falar sobre o seu “produto-rei", o famoso sabonete que originou a marca.

Criada durante os anos 50 nos Estados Unidos da América após a II Guerra Mundial, era usado para limpar os ferimentos dos soldados, tornando-se depois oficial como a marca do símbolo da paz, tanto no nome como no logotipo, a pomba branca. Foi lançada em Portugal em 1992, é agora comercializada em todo o mundo com um grande sucesso.

Devido ao seu sucesso de vendas nasceram outras gamas de produtos de higiene sempre com a mesma qualidade e característica (afinal todos derivam do mesmo conceito, que os difere também no meio de tantas outras marcas): o famoso 1/4 de creme hidratante presente na sua fórmula.

Quantas pessoas não conhecemos que dizem que não gostam de sabonete porque deixa a pele seca? Até o tocar na nossa própria pele cria uma certa "fricção", não deixa a pele deslizar. É verdade, mas isso não acontece com Dove que, graças à tal particularidade de conter creme hidratante na composição, não lava apenas, também hidrata.
Experiência pessoal

Como já referi, é um produto presente na minha vida desde que me lembro, a minha mãe dizia que "tinha qualquer coisa de especial, não era igual aos outros", por isso era aquele produto que não faltava lá em casa, havia sempre um em stock para quando acabasse o outro.

E eu depressa comprovei essa diferença, mesmo em criança conseguia perceber, tornando-se também o meu preferido.

Realmente não é igual. Primeiro, logo ao agarrar nele sentimos que não é tão duro e maciço como um sabonete normal, que até parte se cair ao chão – este apenas amassa, já me aconteceu muitas vezes.

Quando o misturamos com água é que a magia acontece, forma-se uma finíssima espuma, tornando-se quase uma mousse quando é passado com mais intensidade, o que dá aquela sensação hidratante. Em contacto com a pele não escorre, fica ali fixo até passarmos por água para o retirar, deixando uma agradável sensação aveludada na pele, aliado a um cheiro suave a creme hidratante (aqueles básicos gordos de bebé, sabem?).

Curiosidade
Há alguns anos o meu sogro foi ao dermatologista porque tinha a pele extremamente atópica, quase a estalar. Sabem quando começa a criar aquele efeito raiado, estilo terra rachada? Era assim tão mau.
Principalmente nas pernas e braços, pois bem, ele como homem típico português de meia- idade que era, não queria usar cremes de maneira nenhuma, era quase obrigá-lo a vestir uma saia, isso era coisa de mulher...
Então a solução mais simples e fácil que o médico lhe recomendou foi este querido sabonete, já que o 1/4 de creme hidratante iria compensar a falta de hidratação na pele. Quem diria que uma consulta de 80€ num dermatologista iria resultar numa solução tão simples e barata que nem implicava ir levantar uma receita à farmácia.
Nova edição Karité

A juntar ao sabonete clássico chegou uma nova edição, com manteiga de Karité e cheiro a baunilha, simplesmente maravilhoso para mim, que adoro cheiros doces.

Ora isto do Karité está presente em imensos produtos de cosmética e tratamento, mas porquê?

A Manteiga de Karité tem imensas funcionalidades. Pode ser utilizada para tratamento de queimaduras, feridas, cicatrizes, dermatites, psoríase, caspa e estrias. Além disso, diminui as rugas, promove a regeneração celular e melhora a circulação.

Devido à grande quantidade de ácidos gordos presentes, que retêm a humidade e elasticidade da pele, a manteiga possui ainda uma grande capacidade de hidratação.

Com uma textura suave, o Karité derrete na pele, protegendo-a dos danos causados pelo meio ambiente e pelos raios UV. Esta versão contém também as vitaminas A e E.

Por tudo isto pode dizer-se que esta é uma versão ainda melhor que a original: mais hidratante e com mais propriedades.

Os sabonetes Dove têm o pH neutro, outra caracteristica que devemos ter em atenção, lembram-se de dar isto do pH na escola? Ou ainda nem deram? Eu explico muito rápido assim por alto.

O pH é um valor usado para medir a acidez, numa escala de  0 a 14: a zona neutra encontra-se no 7, de 0 a 7 é ácido e de 7 a 14 é alcalino. A nossa pele, para estar no seu estado normal e natural, deverá estar neutra.
Aqui podem ver um exemplo de como a pele reage ao pH.

Pele seca - pH ácido
Pele sensível, fina e opaca. Este tipo de pele tem poros visíveis, rugas finas e que descamam facilmente. Nesses casos, o índice de pH normalmente é inferior a sete.

Pele normal - pH neutro 
De aspeto liso, macio e com poros pouco visíveis, este tipo de pele tem pH igual a sete.

Pele oleosa - pH alcalino 
Áspera, com brilho intenso, poros dilatados, poucas rugas, mas com  pontos negros e borbulhas, este tipo de pele tem o pH superior a sete.

E quanto a vocês, o sabonete Dove também fez parte da vossa história… e ainda faz?

Posts Relacionados

0 COMENTÁRIOS