Dia Instantâneo

segunda-feira, junho 09, 2014

 


Na semana passada fui convidada pela Fujifilm a ir passar um fim-de-semana a Barcelona para passar um belo dia “Instax Day” que era totalmente surpresa!


 


Fiquei surpreendida com o convite, como já devem ter reparado, não sou “blogger de eventos”, e quando raramente os recebo é me difícil ir, conciliar com o trabalho, isto tudo com quase 300km de distância é muito complicado. Mas desta vez não podia falhar, era inadmissível perder esta oportunidade, ainda para mais conhecer uma cidade que ainda não conhecia!


 


 



 


 


Bem, vou tentar resumir o dia (brutal) que foi qualquer coisa de surpreendente!


 


 


O pequeno-almoço


 


Começamos o dia por ir tomar um pequeno-almoço especial! Fomos a uma “churreria” chamada Comaxurros, que basicamente é uma loja, estilo pastelaria, mas com a característica especial que só vende churros, além das bebidas e aperitivos, tinha um estilo super moderno e vintage ao mesmo tempo, uma decoração perfeita, tal como eu gosto, uma mistura do actual com o antigo.


Tinha churros de tudo e mais alguma coisa, vários formatos e recheios, doces, salgados, agri-doce, imensas variedades.


 


No primeiro andar da churreria, esperavam-nos mesas com imensas Instax Mini 8 e alguns acessórios para experimentarmos, foi a loucura total das Bloggers, eu apesar de já ter uma Instax Mini 8, fiquei entusiasmada com tudo à disposição, e escolhi logo a cor-de-rosa, que era a minha “segunda” escolha quando comprei a minha branca.


 








Churros com presunto e molho de pimentão doce, e ao lado churros com molho de framboesas e creme fresco de baunilha






 A mesa recheada de coisas Instax! A minha maquina mega cor-de-rosa!



 


 As cores que recebemos, pasteis e femininas! Todas novas antes de testar!




Alguns testes depois...


 



 


 


 O Mercado


 


Pequeno-almoço tomado e máquinas testadas seguimos para a próxima paragem, o Mercardo de los Encants, um lugar que parece de outra dimensão, é um mercado que remonta ao século XIV, foi recentemente remodelado, tendo uma estrutura alta com um telhado todo espelhado e com um design muito futurista, a magia do vintage acontece por baixo, onde o principal tema do mercado é o vintage, é uma éspecie de feira-da-ladra onde se vende de tudo um pouco, desde artigos antigos de colecção, a pequenos electrodomésticos usados a baixo preço, eu adorei, o ambiente é qualquer coisa de mágico, respira-se histórias lá dentro.


 


 


O fantástico tecto espelhado, a confusão de gente e um vendedor relaxado





Coisas que por lá se encontrava





Os Carros


Acabados de visitar o mercado, invés do mini-bus que nos costumava transportar, tinhamos à nossa espera carros antigos, clássicos dos anos 50 & 60! Um Bentley (no qual eu andei) e dois Cadillac, um deles tal como o do Elvis, e lá fomos dar uma voltinha pela cidade em direcção a um dos principais miradouros com uma vista incrível para a cidade, e por lá tiramos algumas fotos enquanto deu, rapidamente os turistas que por lá passavam se colaram aos carros para tirarem eles também fotos ahah, ficaram imensos em segundo plano.


 


 


Frente do Bentley, traseira do Cadillac, interior do Bentley e euzinha a arreganhar a taxa agarrada a um Cadillac.







O Almoço


 




O passeio de clássico terminou à porta da torre do teleférico, uma estrutura metálica gigante de 75 metros, onde no final se encontra um restaurante “finex” chamado Torre d’Alta Mar, que era o nosso destino de almoço.


 


Lá de dentro temos uma visão ampla de toda a cidade e do mar, está no Top 10 dos restaurantes com melhores vistas do mundo, não é à toa!


A comida também não desiludiu, tudo muito bom! Só há uma curiosidade que me deixou um tanto quanto confusa, como é muito alto e com o vento o restaurante abana um bocadinho, parece um barco, pessoas mais sensíveis a enjoos não será muito boa opção. 




 


 




À entrada, a vista da cidade, a praia e a sobremesa acompanhada da Instax!









Almoço terminado, seguimos para uma das principais atracções e marcos de arquitectura da cidade, o palácio da música catalã, um edifício construído no inicio do século XX, sobe a influência dos movimentos de Arte do Modernismo,  que é muito caracterizado pela inspiração feminina, as flores, as cores quentes, as linhas curvas e muito escuras que faziam sobressair os tons, confesso que enquanto estudava História da Arte era o movimento que mais me atraia e que me identificava.


É massivo, imponente e mágico, pudemos ouvir um pouco do órgão com mais de 3 mil tubos que foi qualquer coisa, senti-me dentro do filme do Fantasma da Ópera.


 






Las Ramblas



Terminada a visita, fomos conhecer as famosas Las Ramblas, ruas de grande afluência onde encontramos imensos restaurantes, lojas, vendedores ambulantes, floristas entre outros, passeamos um pouco a pé pela zona para tirar umas fotos.


 


 


 






O Bar



O passeio pedonal terminou à porta de hotel bem no centro,  onde no topo tinha um bar uma das melhores vistas da cidade, o Terraza Alaire, bem clean e descontraído, descansamos um pouco e bebemos qualquer coisa para matar a sede ou o desejo. Com uma bela vista para a Casa Mila, se não estivesse em obras :(


 





O Jantar



Para terminar o dia chegou a hora de jantar, totalmente às escuras, fomos para um local mistério, apenas se entra por convite e tem listas de espera de dois meses, é o restaurante Spoonik, que basicamente tem um conceito secreto, só se entra por convite (cedido por anteriores clientes, nós próprias recebemos um que poderemos dar a quem quisermos) e a o restaurante é dentro de uma casa privada, neste caso a casa do próprio chef, uma pequena cozinha open-air com algumas mesas, onde apenas cabem 26 pessoas.


 


Ficamos então em contacto com pertences pessoais do chef Giraldo, esculturas, fotografias, pinturas, uma composição especial , pessoal e única. Enquanto degustamos 8 pratos com diferentes técnicas, composições e ingredientes, uma explosão de sabores e sentidos, e o azeite? Tão bom que o comia apenas com pão! Informaram-nos que  o azeite tinha ganho no ano passado o segundo lugar numa competição internacional de azeite, não é para menos, delicioso!


 


No final fomos surpreendidos por uma cantora lírica que nos presenteou com um excerto do Madame Butterfly que literalmente me arrepiou da cabeça aos pés enquanto tinha o queixo caído a olhar para ela, nem consegui fazer nada a não ser contemplar o momento, sem palavras!




 


 


A cozinha em Show-cooking, o pão e o azeite, o convite super detalhado e o menu, e um dos pratos, dos que mais gostei.








 



 





 


 


Resumindo, valeu a pena as noites mal dormidas, as trocas de horários, a espera dos aeroportos, a maior chuvada na vida que apanhei,  não há nada que pague a experiência, os momentos, a vivência desta escapadela a Barcelona!


 


Um muito obrigada à Fujifilm Portugal e Espanha que me proporcionaram esta oportunidade fantástica!


 


E um beijinho a todas as Bloggers com quem partilhei bons momentos e fiquei a conhecer naquele dia!


 


 


 


Preços? Onde comprar?


Cerca de 80€ na Fnac


 


 



 


 





Posts Relacionados

0 COMENTÁRIOS