Curly Girl Nádia

sexta-feira, maio 20, 2016

Conheci a Nádia há alguns anos, foi ela que me contactou para eu lhe dar um workshop de auto-maquilhagem, foi uma honra para mim tornar a Nádia ainda mais bonita, ainda por cima adoro peles negras, dão um gozo tremendo maquilhar, muito mais possibilidades e cores com que se pode brincar e os resultados são stunning!

Entretanto ficamos amigas de "facebook" e comecei a conhecer melhor um pouco sobre os seus gostos, ideais, causas e tudo mais, é uma miúda forte, inteligente, simples, humilde e feliz, mesmo com os problemas que possam aparecer! E uma das coisas que reparei nela é que varia imenso os seus penteados e estilos como usa o cabelo, desde as tranças, ao liso, ao natural, afro solto (que adorooo), naturalmente foi também das primeiras pessoas que contactei para começar esta saga das 7 curly girls! Fiquem a conhecer um pouco da história dos cabelos da Nádia e os conselhos que ela tem para dar!


1. Normalmente há aquele padrão de beleza e facilidade dos cabelos lisos, mas quando se tem caracóis durante a infância e adolescência pode ser complicado gostar do nosso cabelo ou aceitar o seu formato, como foi para ti? Conta-nos mais um bocadinho sobre isso.
Para te ser sincera acho que foi algo que nunca me incomodou muito. Acho que sou uma sortuda e nunca passei por muitos dramas de o odiar ou de ser gozada na escola pelo meu tipo de cabelo.
lembro-me de querer cabelo liso e solto ao vento (como os teus lol) por alturas da escola primaria, mas porque todas as minhas colegas assim os tinham. Nessa altura a minha mãe fazia-me tranças e eu quando chegava a escola desfazia tudo e andava com o meu cabelo soltinho que nem uma maluquinha, mas era nova, não me importava e andava feliz. Claro que antes de ir para casa pedia a minha tia para refazer as tranças. Nao era um nao gostar do meu cabelo só queria o mesmo penteado das minhas amigas.
Mais tarde, por volta dos 13 anos, a minha mãe começou a alisar-me o meu cabelo/ colocar extensões, mas de novo, porque era menos trabalhoso do que cuidar do meu cabelo no seu estado natural, e assim o fui usando ate me ter decidido aos 26 anos por deixa-lo naturalmente solto.
É assim uma historia um pouco aborrecida, sem muitos dramas, só mesmo preguicite aguda de passar meio dia de roda da minha carapinha.

2. Já o esticaste? Tentaste fazer alisamento? Como te sentes quando o vês assim diferente?
Como já referi na pergunta anterior sempre tive o meu cabelo alisado desde muito cedo. A principio lembro-me de adorar ter os cabelos lisos e poder correr os dedos entre eles (é algo impensável de se fazer numa carapinha) mas não durou muito tempo. Logo logo descobri que para o manter assim tinha de passar manhãs inteiras no cabeleireiro, tinha de fugir da chuva, para não falar que era super difícil encontrar alguém que soubesse trabalhar o meu cabelo e deixa-lo no ponto perfeito, acho que em 10 anos só encontrei uma cabeleireira que me alisou o cabelo da maneira que eu gostava, e só lá para o fim encontrei um corte de cabelo que não me dava muito trabalho e consegui estar 100% satisfeita com o meu cabelo alisado.

3. És daquelas pessoas que anda sempre em busca de novos produtos para o cabelo, para o moldar, definir, hidratar, evitar frizz? Ou nem por isso? Vives com o básico?
Acho que nunca fui uma "product junkie". Desde a minha transição (quando estas a mudar do teu cabelo com químicos para o teu cabelo natural) que decidi ser uma low-poo o que significa nao usar shampoo com sulfatos nem produtos com silicones, o que me deixa uma reduzida margem de produtos que posso comprar.
Pelo que tive de me habituar a usar produtos mais naturais e receitas caseiras. Tenho uma dezena de óleos que misturo para fazer os meus produtos bases e talvez 1 ou 2 variações de máscaras e produtos para pentear mas é só.

4. Diz-me que produtos usas actualmente ou os teus favoritos que fazem toda a diferença no look final.
Eu 99% do meu tempo uso o cabelo em pequenos twists e apanhado com ganchos, mas quando tenho um evento especial gosto de usar gel de linhaça (receita caseira) para dar aquele controlo extra nas minhas texturizações. De resto os meus produtos de sempre, gel de aloé vera diluído em água como leave in, mistura de óleo de amêndoas doces com jojoba como selante e o meu cabelo fica que nem algodão doce.

5. Algum truque em especial a ter para cuidar melhor deles? Toalhas, secadores, ferros, óleos?
Para ser sincera sou tão preguiçosa que nem se pode considerar truques ao que vou enumerar a seguir mas gosto de:
1. Usar shampoo sem sulfatos ou usar condicionador para lavar o cabelo (não resseca tanto o cabelo). 2. Secar os cabelos com uma tshirt de algodao velha (controla o frizz, com o qual não me importo, mas principalmente porque parte menos o cabelo)
3. Desembaraçar o cabelo com os dedos. Só uso pente/ escova se estiver com muita pressa ou se quiser que o cabelo fique super definido/esticado.

6. Penteados ou acessórios, há alguns que costumes fazer ou gostas de andar com eles à solta por norma?
Como já referi anteriormente uso o meu cabelo apanhado durante a semana, mas ao fim de semana se tiver oportunidade gosto de andar com o meu afro livre, leve, solto, cheio de frizz e volume.

7. Neste momento és feliz e estás de bem com o teu cabelo? Achas que é uma das melhores características da tua imagem?
Para mim usar o meu cabelo no seu estado natural foi a melhor escolha que podia ter feito.
É mais do que uma simples mudança de visual, é uma afirmação do que sou, é um grito de revolta contra os padrões de beleza que nos são impostos (embora eu nunca me tivesse incomodado muito com eles). Uso o meu cabelo afro porque assim bem que me apetece - diversidade acima de tudo .
E o que me dá mais gozo é que se amanhã o quiser alisado, posso, tenho a liberdade de o fazer e voltar ao meu afro no dia seguinte. Adoro a versatilidade do meu cabelo e da pinta de "diferente" que ele me dá.

Posts Relacionados

2 COMENTÁRIOS

  1. Gostei tanto de ler esta entrevista e ter descoberto o teu blog.
    Estou muito contente por poderes ler coisas do qual me identifico.
    Parabéns irei seguir este blog.
    Beijinhos!
    http://grandesonhadorablog.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pelo comentário e visita! É um gosto poder diversificar as coisas por aqui :D
      Beijinhos

      Eliminar

Escrever comentário...