Reading Time

quarta-feira, agosto 24, 2016


Ler é um dos meus escapes favoritos à realidade, durante umas horas estamos dentro de outra vida, outra história, outras pessoas, a observar o que se passa ansiosamente esperando pelo próximo capitulo, tudo se constrói na nossa imaginação e durante aquele momento somos espectadores mas também criadores daquela história. Sem dúvida ler é das coisas que mais me faz relaxar, normalmente gosto de ler acompanhada de uma música calma/clássica/jazz, é o melhor combo.

A partir de uma história verdadeira, este é a minha mais recente leitura, uma história fascinante e ao mesmo tempo aterrorizante, um thriller psicológico!

Aqui fica uma pequena descrição da mesma:
A história é contada na primeira pessoa, com Delphine como narradora, como uma das duas personagens principais. Todos os nomes são de pessoas reais: o da autora/narradora, dos filhos, do namorado… 
A história é aparentemente autobiográfica mas no entanto, torna-se a certa altura um jogo de espelhos, em que é difícil perceber a diferença entre a realidade e ficção. Nada previsível, cheio de surpresas, com um suspense crescente, mantém o leitor literalmente agarrado até ao fim. Delphine crê que a sua incapacidade de escrever terá coincidido com a entrada de L. na sua vida. L. é a mulher perfeita que Delphine desejava ser, muito bonita e de uma grande sofisticação e inteligência, também ela está ligada à escrita - é escritora-fantasma. L. aproxima-se lenta mas inexoravelmente na vida de Delphine: lê-lhe os pensamentos, adivinha-lhe os desejos e necessidades, termina-lhe as frases, torna-se totalmente indispensável, é a amiga ideal. Mas, aos poucos, sabemos que ela conseguiu isolar Delphine (afastando toda a gente) e invadindo a sua privacidade, o resto fica a cargo da vossa imaginação, ou então têm mesmo que comprar o livro e ler como se prolonga a história e como termina!


Preços? Onde encontrar?
Cerca de 18€ nas livrarias Bertrand ou Online

Posts Relacionados

3 COMENTÁRIOS

  1. Apesar de gostar mais de trillers em filmes do que em livros, achei a história muito apelativa! Também adoro ler, faz bem à alma e à cabeça, não é? E claro, mais um artigo com umas fotos que são uns mimo (não fosse eu adorar flores e por isso gostar tanto deste blogue eheh). Nunca tinha lido um resumo dum romance aqui no Coquette, mas este artigo está muito bom, por isso podem vir mais do género!...
    Cumps!

    ResponderEliminar
  2. Por acaso fiquei curiosa! Parece ser um livro cheio de surpresas.
    Sou capaz de o pedinchar agora no meu aniversário.

    Beijinhoo*

    ResponderEliminar

Escrever comentário...